Princípios de āyā


Āyā, como sugere o mantra é a superfície onde o espírito firma sua existência. É o poder vibracional da grande Śakti. É Śiva dançando sobre seu coração destemido e repleto de felicidade!

É o estado onde nada se interrompe e, as ilusões de espaço tempo, se dissolvem na vibração que aglutina os indivíduos na Unidade.


Em āyā, os variados palcos são permitidos porque o ser reconhece sua presença em todas as situações de existência, tudo acontece antes de realizar porque a vontade é o saber puro.


Āyā - Āgama Yogāśram é a ambiência orgânica, preservadora da relação de namoro com a grande energia. Nessa ambiência o ser esmera todos os pilares de sustentação da sua vida na terra.


Inspirado na Amazônia, Ayā – Amazon Yogāśram é a casa de estudo, o Yoga é vislumbrado dentro da visão da floresta, portanto a filosofia é comungada em todas as expressões do ser em nome e forma.


Pensado na floresta e nos estudos lúdicos que mantemos com elas ĀYĀ – Āsana Yoga Ādhāra é o resgate espontâneo do corpo sobre todas as superfícies que a natureza oferece sem ângulos e retas.


Mergulhando nos mistérios xamãnicos da Amazônia, Āyā – Ayahuska Yoga ādhāra é a abertura e confirmação da visão Yogi pela ayahuska. A verdade de Śiva pode ser confirmada de maneira lacônica e sem retórica.


Āyā é o movimento silencioso de cada um de nós, com autocontrole beirando a  perfeição porque somos naturalmente livres e nada pode confrontar essa verdade, pela simples razão de que ela não pode ser exposta. Quem conhece a liberdade não prescinde da retidão, pois saber escolher é um ato divino e somente sendo bom verdadeiro e belo é que o homem poderá se assemelhar ao Pai Universal, ao Filho Eterno e ao Espírito Infinito.

O Pai Universal

(21.1) 1:0.1 O PAI Universal é o Deus de toda a criação, é a Primeira Fonte e Centro de todas as coisas e todos os seres. Pensai em Deus primeiro como um criador, depois como um controlador e finalmente como um sustentador infinito. A verdade sobre o Pai Universal teve o seu alvorecer, para a humanidade, quando o profeta disse: “Apenas Vós sois Deus, não há ninguém além de Vós. Criastes os céus e o céu dos céus com todas as suas hostes; e Vós os preservais e os controlais. Pelos Filhos de Deus, os universos foram feitos. O Criador cobre-Se da luz como se fosse uma veste e estende os céus como uma cortina”. Somente o conceito do Pai Universal — um Deus único, no lugar de muitos deuses — capacitou o homem mortal a compreender o Pai como um criador divino e um controlador infinito.

Nossos_Principios.html

YogaLivre - Centro de Estudos Antropológicos

Freguesia da Escada - Guararema SP

11-8209-7656 // 118209 6658

Bem-Vindo ao ÁYÁshapeimage_4_link_0