Aulão de AYĀ

Aulão no AYĀ
 
Aya é um conceito usado para todas as práticas de YogaLivre realizadas com suportes e existem muitos sendo o mais usado a redāya.
 
Criamos o Aulão para mostrar em pouco tempo o quão formidável é a prática do YogaLivre em sua plataforma Espacial.
 
É espacial porque devolve na integra ao praticante todo o espaço circundante dos seus 360o de possibilidades. Ao perder a tração do solo o praticante passa a ser uma vítima da força gravitacional sendo trabalhado imensamente apenas por ela.
 
Não se trata de uma prática dura, pesada, densa, exaustiva, cansativa ou quaisquer sensações que um praticante novo possa sentir ao buscar o Yoga, ao contrário tudo é muito aprazível, pois pede apenas uma entrega total após a entrada em cada expressão.
 
Chamamos expressões integradas a desenvoltura do Yogi sobre o suporte e nada mais é do que a sua própria oração realizada ao seu Espirito-Guia com o fito de informar suas inquietações e receber os ajustes mentais para sua harmonização geral. Disso nasce o alimento para a alma e quando a espiritualidade começa em cada um.
 
Essa sessão tem uma carga horária de 4 horas para podermos ensinar as maneiras de usar o suporte AYĀ e também sentir os efeitos demandados da mente para o corpo sobre as ordens do próprio praticante. Nada que não é compreendido pelo praticante pode ser realizado pelo corpo, e a mente só se apresenta confusa quando ele não sabe ordenar. Medo, limites, dores, falta de energia e cansaço são defesas do ego para a não realização e com elas nada se pode fazer, pois a tendência é o praticante assegurar-se desses ensinamentos falsos para o incumprimento da verdade em sua natureza real.
 
No meu papel de preceptor, apenas empresto minhas certezas, coragens, felicidade e até minha própria expressão para servir de estímulo criativos aos que chegam, mas nada que expresso é determinante na realização do novato, tudo é feito com liberdade. As vezes, parece que as paradas corporais nas expressões parecem ser o que vemos, mas na verdade são convenções e por isso cada um chega e para como pode em cada expressão sobre o AYĀ. Quando não há conforto é porque não houve compreensão e sem essa nada pode ser feito pelo corpo, pois ele apenas obedece os comandos do praticante através da mente.
 
A prática é livre e nada importa aparentemente visto no corpo, o que importa é a condição mental e o uso que cada um faz da mente que está reservada a si. Nela está todo o erro e somente lá pode ser corrigido. Lá está todos os limites e somente lá é que poderemos mudar. Na mente está a insanidade e somente lá após retirar do trono divino o professor falso, (o ego) é que conseguiremos a felicidade.
 
Venha praticar e descobrir que a felicidade não carece de esforço
 
 

My Instagram

@edsonvan